Bem vindos!

Variedades de Floripa ! notícias, política, depoimentos, críticas, curiosidades, vídeos e receitas !
Participe !

Todos os posts estão divididos por área, então se você tem interesse de ver somente um tipo de post, utilize a barra de categorias no topo da página, ou na seção de tags ao lado.
___________________________________________


segunda-feira, 9 de novembro de 2015

ESPAGUETE DE PUPUNHA COM FRUTOS DO MAR E COGUMELOS


paulo_mercadante_fotografia_DSC7032

Ingredientes
2 PORÇÕES
200 g de palmito pupunha in natura, cortado em tiras finas, como espaguete
50 g de acelga (somente as folhas), picada em formato retangular
50 g de repolho, picado em formato retangular
50 g de shimeji, cortado em lâminas e salteado
50 g de shiitake salteado
40 g de lula, cortada em anéis
40 g de camarão limpo
40 g de mariscos
40 g de polvo
20 g de vagem, picada em diagonal
20 g de cenoura em rodelas
10 g de cebolinha
1 litro de água para cozinhar a pupunha
200 ml de água para o molho
50 ml de shoyu
3 colheres (sopa) de óleo de gergelim
2 colheres (sopa) de maisena
1 colher (sopa rasa) de açúcar
1 colher (café) de hondashi
1/3 de brócolis-japonês, cortado em pedaços pequenos
1/3 de couve-flor, cortada em pedaços pequenos
sal a gosto
Modo de preparo
1 Cozinhe a pupunha em água fervente com sal por 10 minutos. 2 Escorra, passe em água natural, para parar o cozimento, misture 1 colher (sopa) de óleo de gergelim e reserve. 3 Em uma panela, coloque 200 ml de água, shoyu, o restante do óleo de gergelim, maisena diluída em um pouco de água e o hondashi, para fazer o molho. 4 Espere engrossar e reserve. 5 Leve a pupunha a uma frigideira bem quente para dourar e reserve. 6 Em outra frigideira antiaderente, bem quente, coloque os frutos do mar e adicione o brócolis, a couve-flor, a cenoura e a vagem, com um pouco do molho para acentuar-lhes o sabor. 7 Quando os legumes estiverem al dente, junte a acelga e o repolho. 8 Em um prato, coloque a pupunha, o shiitake e o shimeji salteados e finalize com o molho e a cebolinha.
Receita de Rodrigo Kato e Fernando Camargo, da Confraria dos Amigos uol

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget