Bem vindos!

Variedades de Floripa ! notícias, política, depoimentos, críticas, curiosidades, vídeos e receitas !
Participe !

Todos os posts estão divididos por área, então se você tem interesse de ver somente um tipo de post, utilize a barra de categorias no topo da página, ou na seção de tags ao lado.
___________________________________________


domingo, 5 de janeiro de 2014

Recorde Mundial: Pimenta mais forte do que o gás usado por policiais recebeu título oficial do Guinness



O livro Guinness Book of Worl foi até suas propriedades no mês passado para assegurar que suas pimentas são, de fato, as mais ardidas da Terra.

O poder picante foi avaliado pela Universidade de Winthrop. Os pesquisadores testaram o alimento em uma tese de conclusão de graduação. Os cientistas comentaram que, mesmo sendo as pimentas de Currie as mais picantes do planeta, o potencial que uma pimenta tem de ser mais ou menos forte não está somente em sua genética, mas também no local onde são cultivadas, disse Paul Bosland que é diretor do Instituto de Pimenta na Universidade Estadual do Novo México.

O poder picante de uma pimenta é medido em unidades de Scoville. Zero é irrelevante. Uma pimenta jalapeno consegue marcar mais de 5.000 nessa escala. As pimentas cultivadas por Ed em sua propriedade ultrapassaram a inacreditável marca de 1.569.300 por cada unidade. Isso é tão extremo que, a título de comparação, o spray de pimenta usado por policiais fica em torno de 2,2 milhões na escala Scoville, mas é resultado de uma intensa mistura de pimentas e adição extra de capsaicina, a molécula responsável por fazer seus olhos e língua arderem.

A escala Scoville foi criada pelo farmacêutico Wilbur Scoville há mais de 100 anos usando uma solução de açúcar e água para diluir o extrato da pimenta. Esse procedimento ocorreria dezenas de vezes até que o cientista tivesse que, inevitavelmente, provar a solução na língua e ver se era fraco ou se sairia correndo para o hospital desesperado. Hoje, o método de provar na língua não é mais necessário.

Um dos pesquisadores da universidade disse que não tive coragem, em nenhuma hipótese, de colocar a pimenta na língua: “Provei uma jalapeno e passei mal, foi muito forte para mim. Tenho medo de provar essas do Ed.”, comentou Calloway.

Os cientistas estão interessadíssimos na pimenta e vão promover um estudo com os capsaicinóides para determinar exatamente a quantidade de compostos que ela possui.

O agricultor agora está interessado em montar uma pequena fábrica de pimentas (evidentemente em proporções absurdamente diluídas) para deixar de herança para que seus filhos possam crescer.

O mercado de pimentas nos EUA está em franca expansão. Por lá, o consumo cresceu mais de 5 vezes. Currie agora pretende usar a sua fama de possuir a pimenta mais picante do planeta a seu favor, produzindo produtos.
fonte jornal da ciencia

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget