Bem vindos!

Variedades de Floripa ! notícias, política, depoimentos, críticas, curiosidades, vídeos e receitas !
Participe !

Todos os posts estão divididos por área, então se você tem interesse de ver somente um tipo de post, utilize a barra de categorias no topo da página, ou na seção de tags ao lado.
___________________________________________


quinta-feira, 2 de maio de 2013

Você sabe como funcionam as marés?


Marés

O conhecimento das marés e de suas origens é essencial para muitas pessoas, que têm suas profissões ou formas de lazer ligadas diretamente ao período correspondente no qual ocorrem os fenômenos – marés baixas e marés altas.

A força gravitacional da lua é a principal responsável pela oscilação periódica no volume de água, em determinadas regiões do planeta. O satélite natural da Terra “puxa” a água em sua direção e forma “saliências” em ambos lados correspondentes do planeta. A saliência oposta ocorre devido à lua puxando a Terra em relaçao


Há um acompanhamento de massas, visto que nosso planeta gira 180 graus em 12 horas, enquanto a lua gira 6 graus em torno da Terra no mesmo período de tempo. Assim, qualquer cidade litorânea terá, em aproximadamente 12 horas e 25 minutos, maré alta. Quando o corpo influente desaparece, a maré baixa.

As marés acabam se refletindo, como citamos ao início, na vida de banhistas, pescadores e surfistas, por exemplo. É importante, portanto, ter uma breve noção do processo como um todo.

A “ressaca”, como é também chamada a maré alta, oferece riscos aos banhistas através de forte repuxo e ondas mais violentas. Por vezes, estragos são percebidos em algumas praias, ocorrendo erosão em determinados pontos, geralmente em áreas residenciais, inclusive.

Para os surfistas, que procuram maior radicalidade e melhores condições para aproveitarem o mar, no entanto, a maré alta pode ser favorável. O desafio aumenta e indicado somente aos mais experientes, que sabem lidar com a força das águas.

Em relação aos pescadores, a maré e a lua influem, por vezes, na “disponibilidade” de determinados peixes. Algumas espécies, de hábitos diurnos, aproveitam as luas cheias para sair à noite em busca de alimento, reservando o dia para descanso. Tal hábito acaba frustando alguns pescadores desavisados ou que não conhecem a chamada “tábua das marés”, ferramente responsável por demonstrar as amplitudes da água de acordo com o horário, em determinados locais.

Respeite o mar e fique atento às influências e às marés, de acordo com sua atividade de lazer ou profissão. Conhecê-las pode ajudar você mais do que imagina!

Fontes: Tábua de marés, Globo Ciência, How Stuff Works

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget