Bem vindos!

Variedades de Floripa ! notícias, política, depoimentos, críticas, curiosidades, vídeos e receitas !
Participe !

Todos os posts estão divididos por área, então se você tem interesse de ver somente um tipo de post, utilize a barra de categorias no topo da página, ou na seção de tags ao lado.
___________________________________________


sábado, 3 de novembro de 2012

Ervas e Temperos: Especiarias que Fazem a Diferença


ervastemperos Ervas e Temperos: Especiarias que Fazem a Diferença
Muitas são as ervas e especiarias utilizadas na culinária brasileira, elas dão um toque todo especial ao tempero dos alimentos, fazendo uma diferença notável.

Algumas ervas como: alecrim, cebolinha verde, coentro, endro, erva doce, estragão, manjericão, manjerona, orégano, sálvia, segurelha, e tantas outras, fazem do cardápio brasileiro, verdadeiros manjares dos deuses.

Dentro da categoria especiarias encontramos: açafrão, alho natural ou desidratado, anis estrelado, baunilha, bicarbonato de sódio, canela da china, cominho, cravo da índia, gengibre, louro e tantas outras, que por vez também são utilizadas em grande escala nos cardápios mais variados, causando um sabor diferenciado que é apreciado por muitos.

As especiarias são derivadas das raízes, casca, botões e frutos de várias plantas, bem como as ervas, que também são retiradas de inúmeras plantas. Todas estas conseguem manter as suas propriedades durante longos períodos de tempo, desde que fiquem bem armazenadas.

Atualmente, muitos medicamentos são derivados das plantas, assim, incluí-las em sua dieta diária pode trazer benefícios  à saúde alimentar. As ervas aromáticas e especiarias podem ajudar na digestão, contra infecções respiratórias, reumático e podem ajudar a melhorar o apetite, o sistema urinário e insônias.

Porém, como as ervas aromáticas e especiarias são consumidas em quantidades pequenas em relação a outros alimentos, o seu poder nutritivo numa base por refeição não pode ser deduzido como suficiente, pois, mesmo que muitas ervas tenham um alto teor de vitamina C, não chegam perto das necessidades diárias, com um ramo de salsa numa tigela de sopa, por exemplo.

Dessa maneira, é preciso um equilíbrio entre os alimentos, e não apenas acreditar que consumir uma quantia de ervas será o suficiente contra as doenças. Isto quer dizer que ainda que excelentes, devem ser acompanhadas por outros alimentos com poderes nutritivos a dieta diária.

Não deixe de incluir esses ingredientes saudáveis e saborosos às suas receitas
fonte r7

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget